Pesca Feliz

Siga nossas redes

Finanças

Pesca Feliz - Quanto rende de R$ 100 mil a R$ 500 mil na poupança? Entenda cálculos

Veja simulações de como podem ficar as rentabilidades da caderneta com a taxa Selic a 13,25% ao ano.

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 9 minutos

  • Telegram
  • Flipboard
  • Google News

Considerada um investimento tradicional, acessível e seguro, a poupança ainda é popular entre muitos brasileiros. Como seu rendimento pode mudar de acordo com a taxa Selic, atualmente em 13,25% ao ano, como podem ficar as rentabilidadesdeR$ 100 mil a R$ 500 mil investidos na poupança? O Pesca Feliz consultou economistas para entender.

A poupança é uma conta bancária que oferece ao cliente um rendimento mensal sobre o valor disponível. Nela, não há cobrança de taxas, nem de manutenção da conta, e os juros de correção incidem sobre o saldo somente no chamado “aniversário da poupança”, ou seja, a data mensal de rendimento. Por exemplo, se primeira aplicação foi feita no dia 10 de julho, o aniversário da poupança será todo dia 10. 

Segundo a última pesquisa “Raio X do Investidor Brasileiro”, da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), a poupança ainda domina o topo das escolhas quando o assunto é investimento, sendo o produto financeiro mais conhecido, embora existam opções com rendimentos atrelados a índices como o Certificado de Depósito Interbancário (CDI), que mesmo com cobrança de impostos, possuem rentabilidade maior.

Números da poupança em 2022

No mês de junho, a caderneta de poupança registrou saque líquido de R$ 3,75 bilhões. Foi a maior retirada para o mês desde 2015, quando o resultado foi negativo em R$ 6,26 bilhões. Do total do mês passado, os saques superaram os depósitos no Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) no valor de R$ 3,333 bilhões. 

Diante do aumento da taxa de juros pelo Banco Central com o objetivo de controlar a inflação, e a falta de repasses sociais emergenciais, o investimento vem acumulando retiradas significativas. No primeiro semestre deste ano, maio foi o único mês com resultado positivo. No acumulado de 2022 até junho, a poupança  registrou saque líquido de R$ 50,48 bilhões.

Apesar das retiradas, a poupança seguia até o dia 11 de julho com saldo de mais de R$ 1,014 trilhão, uma alta de quase R$ 1 bilhão em relação ao registrado no mês de junho, por exemplo.

Embora seja a aplicação financeira mais conhecida do Brasil, é importante entender e conhecer o rendimento da poupança para constatar se é vantajoso manter o dinheiro nessa aplicação, afinal, existem diversas outras opções de investimentos no mercado com diferentes rentabilidades. 

Como o rendimento da poupança é calculado?

Os juros da poupança nada mais são que a correção do valor aplicado na caderneta. É o retorno oferecido pelo banco ao cliente por ter mantido o saldo da conta. Ou seja, ela funciona como um empréstimo do seu dinheiro feito ao banco, que paga uma taxa de rentabilidade em troca.

No entanto, os juros da poupança só são repassados na data de aniversário, ou seja, se for feito um resgate do dinheiro antes desse prazo, não será possível receber o rendimento daquele determinado mês. 

Atualmente, a regra para o rendimento da poupança é de 0,5% ao mês mais a taxa referencial (TR), em momentos em que a Selic está acima de 8,5% ao ano e para depósitos realizados até 2012.

Em cenários de taxa Selic igual ou inferior a 8,5% ao ano, o rendimento fica limitado a 70% da taxa de juros mais a TR.

A taxa referencial é calculada diariamente e é menor que a Taxa Básica Financeira (TBF), que é calculada com base nas taxas médias praticadas entre os investidores nas negociações de títulos públicos prefixados, as Letras do Tesouro Nacional (LTN).

Esse cálculo passou a valer desde maio de 2012 e deve ser feito independentemente do valor disponível na poupança.

Apesar de  alguns fatores precisarem ser levados em consideração no cálculo, podendo gerar dificuldade e até possíveis erros, uma forma  de poder fazer esta conta é por meio dos chamados simuladores de investimentos.

A partir deles, é possível fazer o cálculo de forma simples, rápida e prática, apenas inserindo o valor investido ou o quanto deseja investir, e, automaticamente, o simulador apresentará de forma instantânea o resultado do cálculo em comparação com outras aplicações em renda fixa, por exemplo.

Quanto rende a poupança com a Selic em 13,25%

Em sua última reunião, realizada em junho,  o Comitê de Política Monetária (Copom) decidiu, por unanimidade, elevar a taxa Selic para 13,25% ao ano, o maior patamar desde 2016.

A elevação faz parte do objetivo do Banco Central de buscar controlar a inflação do país, que, no acumulado de 12 meses até junho está em 11,89%. Com a taxa Selic em 13,25% atualmente, o rendimento da poupança é o de 0,5% ao mês, o equivale a 6,16778% ao ano, mais a taxa referencial do período.

Quanto rende R$ 100 mil na poupança

O economista Rodrigo Azevedo, sócio-fundador da GT Capital Investimentos, fez os cálculos, a pedido do Pesca Feliz, para demonstrar como é que podem ficar os rendimentos de R$ 100 mil investidos na poupança em períodos de tempo variados, em um cenário hipotético em que a taxa Selic não seja menor do que 8,5% ao ano.

Dessa forma, para os cálculos, foram levados em conta o rendimento de 0,5% ao mês mais a taxa referencial, considerando como referência final o retorno total de 0,65% ao mês do mês de junho.

Assim, neste cenário, R$ 100 mil investidos na poupança renderão R$ 650 em um mês, passando por R$ 8.084,98 em um ano e chegando a R$ 16.823,63 em dois anos.

Se o investidor fizer uma aplicação de R$ 300 mil, ela renderá R$ 1.950 em um mês, R$ 24.254,94 em 1 ano e R$  50.470,89 em 2 anos.

Multiplicando o valor da aplicação inicial por cinco, ou seja, R$ 500 mil, este montante terá um rendimento de R$ 3.250 em um mês e de R$  84.118,15 em dois anos, considerando o mesmo cenário para cálculo.

Simulações de retorno da poupança (com TR)

 Valor1 mês 6 meses 1 ano 1,5 ano 2 anos
R$ 100 milR$ 650,00R$ 3.963,93 R$ 8.084,98R$  12.369,39R$  16.823,63
R$  200 milR$  1.300,00 R$ 7.927,85R$  16.169,96R$  24.738,78R$  33.647,26
R$  300 milR$  1.950,00R$  11.891,78R$  24.254,94R$  37.108,17R$  50.470,89
R$  400 milR$  2.600,00R$  15.855,70R$  32.339,92R$  49.477,56R$  67.294,52
R$  500 mil R$  3.250,00 R$  19.819,63R$  40.424,90R$  61.846,95R$  84.118,15

Fonte: economista Rodrigo Azevedo, considerando rentabilidade de junho, com referência de 0,65% ao mês.

O Pesca Feliz também consultou o economista Fabio Louzada, analista CNPI e fundador da Eu me banco, que fez os cálculos considerando um cenário de taxa de juros acima de 8,5%, ou seja, levando em conta a rentabilidade 0,5% ao mês, mas sem adicionar o valor da taxa referencial, já que ela tem variação diária.

Neste caso, um investimento de R$ 100 mil na poupança renderia R$ 500 em um mês e R$ 12.715,97 em dois anos.

ComR$ 300 mil na poupança, a rentabilidade será de R$ 1.500 em um mês, de R$ 18.503,34 em um ano e de R$ 38.147,93 em 2 anos.

Já com R$ 500 mil investidos, a rentabilidade seria de R$ 2.500em um mês e de R$ 63.579,88 em 2 anos.

Simulações de retorno da poupança (sem TR)

 Valor1 mês 6 meses 1 ano 1,5 ano 2 anos
R$ 100 mil R$ 500 R$ 3.037,75 R$ 6.167,78 R$ 9.392,89 R$ 12.715,97  
R$ 200 mil R$  1.000,00 R$ 6.075,50 R$  12.335,56 R$ 18.785,79 R$  25.431,95
R$ 300milR$  1.500,00 R$ 9.113,25 R$ 18.503,34 R$ 28.178,68 R$ 38.147,93
R$ 400 mil R$ 2.000,00 R$  12.151,00 R$  24.671,12 R$  37.571,57 R$  50.863,91
R$ 500 milR$ 2.500,00R$ 15.188,75R$  30.838,90 R$  46.964,47 R$  63.579,88

Fonte: economista Fabio Louzada, desconsiderando a Taxa Referencial.

Ainda vale a pena investir na poupança?

O economista Rodrigo Azevedo explica que, em um país em que não se tem a cultura de poupar, a poupança acaba sendo um instrumento simples para que a população crie o hábito de acumular parte de seus recursos. 

Azevedo alerta, no entanto,que, como forma de investimento, olhando pelo lado da rentabilidade, existem hoje opções mais interessantes e com risco muito reduzido. 

“OTesouro Selic 2025, por exemplo, está pagando a taxa Selic mais 0,09% ao ano e, mesmo descontados os custos do Tesouro Direto e a alíquota máxima de Imposto de Renda, entrega uma rentabilidade líquida superior a da poupança. Se incluirmos títulos bancários, cobertos pelo Fundo Garantidor de Crédito, como a poupança, as taxas praticadas atualmente entregam uma rentabilidade líquida final ainda superior”, destaca o economista e sócio-fundador da GT Capital Investimentos.

Para o educador financeiro Sílvio Azevedo, CEO da AZV Finanças, investir em poupança também não vale a pena. Segundo ele, a falta de informação sobre essa aplicação ainda faz com que as pessoas continuem investindo na poupança. 

Para que investidores saiam deste investimento, o CEO da AZV Finanças recomenda que, antes de tudo, é preciso entender sobre a necessidade de diversificar.

“Não precisa saber tudo sobre o universo financeiro para começar a aplicar. A diversificação é importante na gestão de qualquer carteira individual. Vale a pena variar as aplicações com ativos de maior potencial de retorno e também perfis mais moderados, o que distribui e reduz os riscos em mais de um tipo de investimento. Começar aos poucos é um bom passo”, aconselha Sílvio Azevedo.

Na mesma linha para justificar que não vale a pena investir na poupança, o economista Fabio Louzada destaca que a caderneta rende menos que a inflação, ou seja, que o investidor em poupança está perdendo poder de compra.

“O IPCA dos últimos 12 meses está em 11,89%, enquanto a poupança está rendendo apenas 6,1677% + Taxa Referencial em 12 meses”, exemplifica o analista CNPI e fundador da Eu me banco.

Veja também:

Boletim Pesca FelizBoletim Pesca Feliz
ANÚNCIO PATROCINADOConfira

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.
Hidrogênio Verde
Pesca Feliz Mapa do site