Pesca Feliz

Siga nossas redes

Geral

Como montar um roteiro de viagem? Confira modelos prontos

Descubra alternativas grátis para personalizar com seu destino e estilo de viagem

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 9 minutos

  • Telegram
  • Flipboard
  • Google News
Dois aviões voando com o sol se pondo ao fundo, ilustrando o tema: dicas de viagem
Avião de viagem. (Foto: Pixabay)

Não é surpresa que viajar é uma ótima forma de conhecer novos lugares, culturas e pessoas. No entanto, também pode ser uma atividade cara, especialmente se não for bem planejada. E a melhor forma de economizar em uma viagem é planejá-la antes mesmo de embarcar. Nesse sentido, um roteiro de viagem pode ser seu melhor amigo.

Esse tipo de planejamento é um importante aliado para suas finanças e também para o sucesso da viagem como um todo, afinal trata-se de um “documento” que pode definir o melhor destino, os lugares que serão visitados, a duração da viagem e o orçamento previsto. 

A boa notícia é que fazer um roteiro de viagem não precisa ser um “bicho de sete cabeças”. Há formas de otimizar o planejamento das suas férias de maneira prática, com ajuda de ferramentas disponíveis ou até de recursos de inteligência artificial generativa que surgiram recentemente.

A seguir, veja:

  • como montar um roteiro de viagem;
  • a importância de um roteiro de viagem;
  • como fazer um roteiro de viagem;
  • alguns exemplos a serem seguidos. 

Vamos lá?

Foto de uma mala sendo arrumada. Ilustrando o tema: planilha de viagem
Férias | Viagem | Freepik

O que é um roteiro de viagem? 

Como o próprio nome sugere, um roteiro de viagem nada mais é que um documento que define os detalhes da sua viagem. Dessa forma, é importante que ele contenha informações como:

  • destino: características do lugar para onde você deseja viajar;
  • duração: quanto tempo você pretende ficar no destino;
  • orçamento: quanto dinheiro você tem disponível para gastar (e quanto pretende de fato gastar!);
  • lugares a visitar: os pontos turísticos, atrações e atividades que você deseja fazer;
  • datas e horários: quando você vai visitar cada lugar.

Com essas informações em mãos, fica muito mais fácil economizar e aproveitar ao máximo a viagem. Afinal, um roteiro bem planejado pode ajudá-lo a evitar gastos desnecessários e outros contratempos. 

A importância do roteiro de viagem

Por exemplo, se você quer visitar o Museu do Louvre, em Paris, é importante que compre os ingressos com antecedência e para um dia mais tranquilo, visto que trata-se de um dos museus mais visitados do mundo. Além disso, se planejando com antecedência, é possível encontrar promoções e até oportunidades únicas.

Diante disso, um roteiro bem definido pode te ajudar a diminuir o estresse da viagem, já que você saberá o que fazer, quando fazer e os gastos necessários para cada atividade. 

Como fazer um roteiro de viagem em 5 passos 

Agora que você já sabe o que é roteiro de viagem e qual a sua importância, na prática, é hora de começar a definir todos os passos da sua viagem. Para isso, é importante que você siga algumas etapas cruciais na hora de organizar o planejamento. A seguir, veja 5 passos práticos para montar um roteiro de viagem.

1. Defina o destino

O primeiro passo para montar um roteiro de viagem eficiente é, claro, definir o destino da viagem. Pense no que você gosta de fazer e quais são os lugares que você deseja conhecer, e, então, faça uma pesquisa detalhada sobre a cultura e as opções de passeio que o destino oferece.

Se não tem certeza e está disposto a visitar algum lugar de forma mais flexível, pode ser interessante fazer uma pesquisa mais aprofundada para descobrir destinos atrativos e ainda pouco explorados. Você também pode conversar com amigos ou familiares que já viajaram para o lugar que você está considerando, além de trocar dicas com nativos. 

2. Determine a duração da viagem

Quanto tempo você tem disponível para viajar? Essa resposta influencia diretamente na quantidade de lugares que você vai poder visitar, no montante necessário para o orçamento e até mesmo na forma como você aproveitará o destino na prática. Lembre-se que uma viagem curta pode ser econômica, mas, ao mesmo tempo, envolta de percalços.

Portanto, não leve só a economia em conta, mas o custo-benefício de se deslocar constantemente para diferentes lugares para aproveitar ao máximo vários lugares em um tempo mais curto. Às vezes, pode compensar passar mais tempo num mesmo local para aproveitar ao máximo a cultura e os atrativos da cidade.

Se você tem pouco tempo, pode optar por um destino com atrações concentradas em uma mesma área. Se o tempo for mais espaçado, você pode explorar um destino maior ou visitar mais de um lugar.

3. Pesquise sobre o destino

Depois de definir o destino e a duração da viagem, é hora de começar a pesquisar de forma mais aprofundada sobre o lugar. Isso inclui uma série de ações, como estudar a cultura local, os costumes, as opções gastronômicas e, principalmente, as regras locais. 

É de suma importância conhecer o básico das leis locais e mesmo os horários de funcionamento das atrações públicas. Em Londres, por exemplo, é proibido consumir bebida alcoólica na rua em qualquer horário do dia. Em Berlim, o transporte público não possui catraca, mas, se você for pego sem o ticket do metrô, deve pagar 50 euros de multa.

Portanto, veja o que há para ver e fazer, os custos de cada atração e os melhores lugares para se hospedar, mas também as regras de cada atividade. Você também pode consultar guias de viagem e blogs de turismo para tirar todas as dúvidas locais.

4. Monte o roteiro

Com as informações que você pesquisou em mãos, é chegada a hora de montar o roteiro de fato. Para isso, inclua os lugares que você deseja visitar, as datas e os horários de cada atividade. Monte o roteiro de acordo com o seu orçamento e o tempo disponível. Também é importante deixar um espaço para imprevistos.

Lembre-se que, durante uma viagem, nem sempre será possível ver tudo que se deseja. Por isso, escolha os lugares que você realmente quer visitar e deixe o resto para uma próxima vez. Imprevistos acontecem, então esteja preparado para fazer alterações no seu roteiro, se necessário.

Uma dica extra é não preencher todo o roteiro com atividades. É importante considerar uma janela de tempo durante o dia ou da semana para descansar e, assim, ter tempo suficiente para curtir a viagem da melhor forma.

5. Defina o orçamento

Por fim, faça um orçamento completo da sua viagem, incluindo os custos de transporte, as passagens de ida e volta, hospedagem, alimentação, atrações turísticas e outros gastos. É importante definir um orçamento realista, para que você não fique no vermelho durante a viagem.

Além disso, lembre-se de incluir no planejamento orçamentário os gastos com seguro viagem, seguro saúde e vistos, caso seja exigência do destino. Também vale manter uma parte do orçamento “congelada” para eventuais imprevistos. 

Veja também: 

Exemplos e modelos prontos de roteiros 

Como é possível observar, um bom roteiro de viagem deve englobar todas as etapas pré, durante e pós-viagem, com detalhes sobre gastos, locomoção e documentos em geral. Mas afinal, como criar um roteiro do zero?

Para te ajudar nessa missão, confira uma lista com alguns modelos prontos de roteiro de viagem para você utilizar na hora de tirar o sonho do papel.

Planilhas de Excel

As planilhas podem ser aliadas poderosas no planejamento de viagens, uma vez que oferecem uma abordagem estruturada e detalhada para organizar todos os aspectos da sua jornada. A Microsoft, por exemplo, disponibiliza modelos prontos no Excel que podem ser personalizados conforme as necessidades individuais do viajante. 

Dessa forma, você pode separar as informações por abas, como gastos gerais, dia a dia, atrações e até mesmo um resumo visual. As planilhas de Excel proporcionam uma visão abrangente e organizada do itinerário, sendo especialmente útil para quem gosta de ter todos os detalhes à mão, facilitando a gestão financeira e a visualização do cronograma.

Templates da Microsoft

Além das planilhas de Excel, a Microsoft oferece uma variedade de modelos personalizáveis que vão além dos aspectos financeiros. Esses templates abrangem diferentes formatos, desde documentos de Word até apresentações em PowerPoint, permitindo que você estruture visualmente o planejamento da viagem. 

Seja criando listas de verificação, itinerários detalhados ou álbuns de fotos virtuais, esses modelos proporcionam uma abordagem mais estética para o seu roteiro, tornando-o não apenas funcional, mas também visualmente atraente.

Google Maps

Outro aplicativo bastante útil para montar um roteiro de viagem é o Google Maps, que, nos últimos anos, se transformou em uma ferramenta essencial para quem quer viajar. Além de ser uma excelente plataforma para navegação, o Maps permite criar roteiros personalizados e totalmente adaptáveis.

E o melhor: você pode salvá-los offline para usar em qualquer lugar mesmo sem conexão à internet. Salvando lugares de interesse, como restaurantes, cafés, hotéis, parques e até mesmo trajetos de transporte público, você pode organizar sua viagem de maneira intuitiva. Além disso, o Maps permite que você compartilhe o roteiro com outros viajantes.

Modelos do Adobe Express

Por fim, se você busca um toque de design e criatividade em seus roteiros de viagem, o Adobe Express é uma excelente opção. Esse aplicativo de design online e para dispositivos móveis oferece modelos de template que podem ser utilizados gratuitamente, oferecendo uma série de opções.

Você pode, por exemplo, criar itinerários visualmente atraentes, destacar pontos de interesse com imagens e ícones e compartilhar o roteiro com outras pessoas.

Veja também:

Veja também

Boletim Pesca FelizBoletim Pesca Feliz
ANÚNCIO PATROCINADOConfira

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.
Hidrogênio Verde
Pesca Feliz Mapa do site