Pesca Feliz

Siga nossas redes

Guia Financeiro

Stop loss e stop gain: saiba como usar para evitar perdas

Stop loss e stop gain são ferramentas para o trader ganhar mais segurança e praticidade em suas operações.

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 6 minutos

  • Telegram
  • Flipboard
  • Google News
A imagem mostra um painel com gráficos de ações simbolizando as funções de stop loss e stop gain que auxiliam no controle de perdas e ganhos de investimentos. (Foto: Adobe Stock / Sackshai)

Com o stop gain e stop loss, o trader não precisa acompanhar o home broker o tempo todo para poder vender na hora certa e, assim, consegue evitar perdas ou aproveitar oportunidades. Além disso, serve para o emocional não interferir tanto na hora de tomar as decisões. 

Basta programar o stop lossestop gain com os limites de perdas e ganhos e a ordem de venda é emitida ao alcançar os parâmetros. Quer entender mais sobre como funciona? Continue a leitura!

O que é stop loss?

Stop Loss é uma ordem de venda, programada pelo investidor, para interromper a perda em uma aplicação ao alcançar um determinado parâmetro. O termo “stop loss” significa, em tradução livre, “parar perda”

Considerando que o mercado de renda variável é imprevisível, um ativo pode se valorizar ou desvalorizar demais. Em caso de desvalorização, o investidor pode perder grandes quantias de dinheiro em poucos minutos. 

Nesse sentido, ao utilizar a operação de “stop loss”, a pessoa consegue colocar um limite no prejuízo de forma automática. 

Para exemplificar como funciona, imagine que um investidor comprou um lote de 150 ações a R$ 20 cada com expectativa de valorização para os próximos dias. No entanto, ocorreu algum evento no mercado que “derrubou” o ativo para casa dos R$15 — uma perda de R$ 750 reais. 

Se a pessoa configurou a operação para vender os ativos quando alcançassem R$ 18, por exemplo, ao invés de ter um prejuízo de R$ 750, perderia “somente” R$ 300.

O que é stop gain?

Já o stop Gain é uma ordem de venda, programada pelo investidor, para interromper os ganhos com um ativo assim que atingir a meta desejada. O termo “stop gain” pode ser traduzido como “parar ganhos”.

Mas, se o ativo está se valorizando, por que vender e parar com a operação? No mercado financeiro, o ativo não segue um ritmo de valorização linear. Em um momento, ele pode estar em alta e, alguns segundos depois, em baixa. 

Desse modo, o objetivo de utilizar a operação de stop gain é conseguir aproveitar e retirar o lucro antes do cenário mudar. 

Por exemplo, imagine que alguém comprou aquele mesmo lote de 150 ações a R$ 20 e a valorização da aplicação alcançou R$ 24 — uma alta de 20%. Nesse caso, o investidor pode arriscar que o ativo continuará com a expectativa de alta ou garantir o lucro de R$ 600. 

Para quem escolher a segunda opção, existe a opção de programar a venda do ativo ao chegar nesse patamar. 

No final,a grande vantagem das operações de stop loss e stop gain é não precisar ficar o dia inteiro em frente ao home broker para acertar o “timing” de vender um ativo e aproveitar as melhores oportunidades. 

A imagem mostra vários blocos de madeira simbolizando ativos no mercado financeiro e uma mão levantando um desses blocos representando o que acontece na prática quando o stop loss está ativado.
O stop loss e stop gain são ferramentas fundamentais que, uma vez configuradas, auxiliam o investidor a parar perdas e controlar ganhos. (Foto: Adobe Stock/Dilok)

Calculando o stop loss e stop gain

Para calcular o stop loss e stop gain da sua operação, o investidor precisa considerar sua estratégia de investimento e, principalmente, tolerância a riscos. No geral, não existe uma fórmula definitiva.

Nesse caso, uma das formas de definir os limites de alta ou baixa de operação é utilizar a análise técnica do ativo como base. Desse modo, o investidor consegue ter uma “previsão” de curto prazo do comportamento da aplicação. 

Como calcular o stop loss?

Nomercado financeiro, perder tem um peso diferente de ganhar. Se alguém investiu em ativo e ele sofreu uma baixa de 50% do seu valor, a pessoa precisará de uma valorização de 100% para recuperar o prejuízo. 

Por exemplo, se aquele lote de 150 ações a R$ 20 cai para R$ 10, significa que o investidor perdeu a metade do valor, de modo que o ativo precisa dobrar de cotação para ter o mesmo preço novamente. Em compensação, se o ativo se desvalorizar 1%, será necessário somente 1,01% para recuperar o valor. 

Por isso, é importante ter cautela na hora de definir os limites de perda. O investidor precisa decidir até que ponto compensa perder. Especialistas costumam listar algumas recomendações para calcular uma ordem de stop loss: 

  • Utilizar como base o desempenho histórico do ativo nos últimos 3 meses, sua volatilidade. Se cair o equivalente a 10%, o investidor já tem uma referência do quanto seu ativo pode atingir.
  • Considerar indicadores técnicos, como o ATR (Average True Rate), para ter uma previsão do mercado. 
  • Calcular o índice de risco x retorno. Se seu ativo custa R$ 20,o investidor pode, por exemplo, definir como stop gain R$ 26 e stop loss R$18, ficando uma relação de 1 para 3 (a cada R$ 1 de risco de perda, ele tem a possibilidade de ganhar R$ 3). Em geral, traders utilizam parâmetro de 3 como referência. 

Como calcular o stop gain?

Na hora de calcular o stop gain, o raciocínio é bem parecido com o do stop loss: a pessoa precisa avaliar os indicadores, histórico e risco de uma aplicação e, assim, definir um parâmetro. 

Nessa operação, o investidor pode estipular um valor de ganho maior do que o de perda. Por exemplo, se ele colocou 2% no stop loss, pode colocar uma taxa maior — principalmente, se precisar compensar perdas anteriores. 

No entanto, é importante ter cuidado para não colocar estimativas altas demais e acabar perdendo grandes oportunidades.

  • Confira: O que é Scalping e como funciona a técnica

Cuidados antes de fazer uma operação de stop loss ou gain

A seguir, veja alguns cuidados importantes para antes de colocar o stop gain e stop loss:

Configuração

Na hora de programar os gatilhos, o investidor precisa se certificar de incluir horários e dias de funcionamento da bolsa de valores. Se ele colocar a programação após às 17h ou em um feriado, por exemplo, a ordem não será executada. 

Liquidez

Quando for fazer uma operação de stop loss ou gain, é indicado escolher ativos com alta liquidez — facilidade de venda. Caso o investidor selecione uma ação com pouca negociação, a programação pode até funcionar, mas não conseguirá vender. 

Inclusive, a depender do tamanho da ordem de venda, pode ser que o investidor consiga vender parte dos ativos e a outra parte não. 

Impacto por lote

Pegando nosso exemplo anterior, se alguém programou para vender aquele lote com 150  ações a R$ 20 quando ele atingisse R$ 16, é preciso se lembrar que a perda não é “apenas” de R$ 4, e sim de R$ 600. Para recuperar, será preciso uma rentabilidadede 25% no futuro. Por isso é tão importante escolher o loss de forma cautelosa.

Veja também:

Simulador Investnews

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.
Pesca Feliz Mapa do site