Pesca Feliz

Siga nossas redes

Negócios

Como trabalhar no mercado financeiro? Veja as melhores dicas

Estudo de consultoria de recrutamento e seleção revelou que salários podem chegar a R$ 70 mil.

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 7 minutos

  • Telegram
  • Flipboard
  • Google News

Entre as diversas áreas de atuação, o mercado financeiro tem se destacado nos últimos tempos, seja pela necessidade de mais profissionais devido ao forte crescimento de investidores na bolsa de valores ou de ativos digitais. Outro fator que atrai mais pessoas para a área de finanças são os salários elevados – muitas vezes bem superiores aos de outros setores profissionais.

Recentemente, a Robert Half, consultoria de recrutamento e seleção, divulgou um estudo que mostra que houve uma elevação de 25% na contratação de executivos do mercado financeiro em maio deste ano, na comparação com o mesmo período do ano anterior. Já nas posições de média gerência e analistas, o volume de vagas cresceu 20%.   

Este período após a conclusão dos pagamentos de bônus é historicamente marcado como um momento de movimentações. Com o aquecimento da área, muitos profissionais têm sido abordados por diversas empresas, participado de processos simultaneamente e não raramente contam com mais de uma oferta na mesa”, explica Ana Carla Guimarães, diretora de Recrutamento Executivo da Robert Half.

Operadores trabalham na Bolsa de Valores de Nova York 17/08/2022 REUTERS/Brendan McDermid.

Considerando este contexto, o Pesca Feliz preparou orientações sobre como ingressar no mercado financeiro. Veja mais detalhes a seguir:

Crescimento do mercado financeiro

O número de investidores da B3 vem crescendo consideravelmente nos últimos anos. De 2020 a meados de 2023, o aumento foi de praticamente 100%, de 3,2 milhões para 6,1 milhões de investidores pessoa física.

Já no caso dos ativos digitais, o número de investidores cresceu em 50% de 2021 para 2022, segundo o estudo mais recente da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima). 

Para Johnny Silva Mendes, professor de Economia na Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP), o aumento de pessoas interessadas em investir tem a ver com os seus níveis de educação financeira. Ele comenta que a geração Y é a “mais estudada”, portanto esse fato elevou a compreensão do grupo sobre a necessidade de poupar.

Além disso, a variedade dos produtos de investimento, seja para qualquer perfil de investidor, tem crescido ano após ano e, consequentemente, atraindo mais pessoas para esse universo, diz o professor. “O Brasil é um país que atrai não só pela renda variável, mas pela renda fixa“, pontua.

Do mesmo modo, Paulo Zuffo, professor de finanças da Fundação Getúlio Vargas (FGV), menciona que o acesso à informação está mais fácil, assim como o volume de investimentos disponíveis no mercado tem elevado, portanto esses fatores acabam fazendo com que mais pessoas invistam. “O mundo está muito, muito acelerado… isso faz com que as pessoas busquem ser independentes financeiramente“, diz ele. 

Quais cargos estão em alta? 

Ainda sobre o estudo da Robert Half, os segmentos que têm liderado as contratações na área são fundos de private equity, assets (gestoras de fundos), meios de pagamentos, bancos de investimentos e fintechs. 

Já as posições mais demandadas no recrutamento executivo são: riscos e compliance, finanças, crédito e cobrança. Nas posições de mais destaque até a média gerência: crédito corporate, RM private, ESG, M&A, profissionais de compliance, auditoria e riscos.

Traders no pregão da Bolsa de Valores de Nova York (NYSE), EUA, 26 de setembro de 2022. REUTERS/Brendan McDermid.

Mendes, da FAAP, destaca a aceleração do mercado por meio de serviços oferecidos por fintechs, que por muito tempo não estiveram nos portfólio de bancos tradicionais. “Acho bom ficar com um olhar antenado a novas fintechs que vêm preenchendo esse espaço no mercado”, recomenda.

Salários do mercado financeiro

Entre as perspectivas de remuneração do mercado financeiro listadas no estudo da consultoria de recrutamento e seleção, os valores começaram em R$ 6 mil e chegaram a R$ 70 mil, a depender no nível de senioridade do profissional. Veja mais detalhes de salários a seguir:

  • Diretor de Compliance/Auditoria/Controles Internos: R$ 24.600 | R$ 30.450 | R$ 37.550.
  • Vice-presidente ou Gerente de Compliance/Auditoria/Controles Internos: R$ 20.250 | R$ 25.100 | R$ 30.950.
  • Analista de Compliance/Auditoria/Controles internos: R$ 11.850 | R$ 14.700 | R$ 18.150.
  • Diretor Executivo de Finanças (CFO): R$ 46.000 | R$ 56.900 | R$ 70.300.
  • Diretor de Finanças: R$ 26.300 | R$ 32.550 | R$ 40.200.
  • Vice-presidente ou Gerente de Finanças: R$ 19.000 | R$ 23.500 | R$ 29.000.
  • Diretor de Crédito e Risco: R$ 34.250 | R$ 42.350 | R$ 52.350.
  • Analista de Crédito e Risco: R$ 11.900 | R$ 14.800 | R$ 18.200.
  • Especialista de Crédito e Risco: R$ 16.600 | R$ 20.600 | R$ 25.400. 
  • Gerente de Relacionamento Private: R$ 23.100 | R$ 28.600 | R$ 39.600.
  • Analista de ESG: R$ 6.000 | R$ 8.000 | R$ 10.000.
  • Especialista de ESG: R$ 10.000 | R$ 12.000 | R$ 15.000.
  • Gerente de ESG: R$ 16.000 | R$ 18.000 | R$ 22.000.
  • Analista de Fusões e Aquisições: R$ 14.150 | R$ 17.500 | R$ 21.600.

O que é preciso para trabalhar no financeiro? 

Entre as habilidades técnicas listadas no estudo da Robert Half, fala-se muito sobre ter capacidade de originação de negócios, atualizações tecnológicas, capacidade analítica e fluência em outros idiomas. 

No caso de habilidades comportamentais, destacam-se como diferenciais flexibilidade, adaptabilidade, senso de dono e comunicação assertiva. 

Já as certificações mais exigidas destes profissionais são CFA, CGA, CFP, Ancord. 

Operadores na Bolsa de Nova York 30/05/2023. REUTERS/Brendan McDermid.

Oportunidades de cursos gratuitos

Anbima Edu

Há pouco tempo, a Anbima lançou um aplicativo educacional, o Anbima Edu. O serviço tem como objetivo qualificar os profissionais que trabalham no mercado financeiro ou buscam colocação no segmento.

O aplicativo conta com cinco jornadas: cálculo financeiro, criptoeconomia, ESG no mercado financeiro, investimentos ESG e mercado financeiro. Até o fim do ano, está previsto o lançamento de mais nove jornadas que compõem todo o conteúdo da CPA-10. 

Esta é a primeira fase de lançamento da ferramenta. A ideia é, ao longo do tempo, ir disponibilizando jornadas das demais certificações da instituição (CPA-20, CEA, CFG e CGA).

Melver 

A Melver, escola digital do mercado financeiro, oferece diversos cursos de formação. Entre eles, destaca-se o preparatório para a certificação Ancord, que serve para atuar como assessor de investimentos. 

O curso ainda oferece a possibilidade dos estudantes participarem de processos seletivos de instituições financeiras. A Melver é remunerada pelas corretoras que contratam os profissionais que fazem o preparatório.

FGV 

A FGV conta com cursos online sobre economia e finanças, entre eles estão: empreendedorismo para o mercado financeiro; como fazer investimentos; como variáveis macroeconômicas interagem entre si; introdução à matemática financeira – regimes de capitalização; análise microeconômica: impactos no funcionamento do mercado e na sociedade; e outros.

B3 

A B3 conta com um hub de educação com diversos cursos online, na área de finanças pessoais, compreensão sobre mercado, como começar a investir e como investir melhor. 

Entre a lista de cursos, estão: investindo em small caps; aprenda mais sobre ETFs; análise técnica; diferenças entre day trade e swing trade; e outros.

Banco Central (BC)

O BC oferece dois cursos online de educação financeira, o de gestão de finanças pessoais e o de multiplicadores da série “eu e meu dinheiro”.

Veja também

Boletim Pesca FelizBoletim Pesca Feliz
ANÚNCIO PATROCINADOConfira

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.
Hidrogênio Verde
Pesca Feliz Mapa do site